Pesquisa avalia percepção de jornalistas e cientistas sobre a divulgação científica via Bori

Por Fernanda Andrade*

No último ano, a Bori antecipou centenas de pesquisas brasileiras a jornalistas de todo o país cadastrados na plataforma, realizou cursos voltados ao auxílio da cobertura de ciência por jornalistas e criou bancos de fontes com contatos de cientistas aptos a falar com jornalistas sobre grandes temas da ciência brasileira. Durante esse período, montamos uma rede de cientistas e jornalistas que, hoje, compõem nossa comunidade e nos ajudam a levar ciência de qualidade para a imprensa e sociedade!

Conhecer as demandas desses jornalistas e cientistas em relação à disseminação científica no país é um dos desafios enfrentados pela Bori e é fundamental para que possamos localizar erros, acertos e entender como podemos melhorar.

Assim, com o objetivo de avaliar a qualidade da nossa divulgação da ciência brasileira durante nosso primeiro ano de trabalho e buscar formas de aprimorar ainda mais esse processo, convidamos você, jornalista e cientista da comunidade Bori, a responder à breve pesquisa “Percepção de jornalistas e de cientistas sobre a divulgação científica via Agência Bori” neste mês de outubro. A ideia é compilar opiniões, por meio de questionário online, sobre os serviços oferecidos pela Bori, seu impacto no trabalho de jornalistas e cientistas e quais demandas ainda existem nesse cenário.

Se você é um jornalista cadastrado na Bori, cientista de um de nossos bancos de fontes ou cientista com pesquisa disseminada por nós no nosso primeiro ano de atuação, cheque seu e-mail — inclusive no spam — e participe da pesquisa! O questionário é anônimo, segue os protocolos éticos aprovados pelo Comitê de Ética e Pesquisa (registro CAAE: 50704821.3.0000.8142), leva cerca de dez minutos para ser respondida e permanece aberta até o dia 31 de outubro.

As respostas vão nos ajudar a entender como evoluímos desde outro levantamento que fizemos para ajudar a desenhar a Bori, em 2019, com 140 jornalistas e 1.681 cientistas de todo o país. A ideia agora é dialogar com a literatura recente sobre jornalismo científico e produzir novas evidências sobre estratégias de comunicação com base na nossa experiência na Bori.

Com a sua ajuda, podemos entender quais lacunas a Bori ainda deve preencher para levar ainda mais ciência à sociedade. Sua participação é fundamental para nós!

 

*assistente de pesquisa na Bori em iniciação científica e aluna de ciências biológicas na Unicamp

 

Publicado por

Agência Bori

A Bori conecta o conhecimento produzido por cientistas brasileiros à imprensa de todo o país, disponibilizando estudos inéditos acompanhados de textos explicativos e do contato de um porta-voz do trabalho a jornalistas cadastrados Ver todos os posts de Agência Bori