23 de fevereiro de 2021 Salvar link Foto: Alina Grubnyak / Unsplash
Medicina e Saúde

Highlights

  • Publicação reúne cinco histórias de pesquisas científicas sobre Covid-19 feitas de forma colaborativa no Brasil e exterior
  • Relatos envolvem parcerias entre universidades e empresas brasileiras e instituições do Reino Unido, Estados Unidos, Índia e Turquia
  • Os casos destacados retratam a diversidade racial e de gênero e as redes de colaboração envolvidas na produção acadêmica sobre o tema

O ano de 2020 será lembrado não apenas pelo triste índice de mortes pelo novo coronavírus, mas também pelas boas iniciativas da ciência e colaborações para enfrentar a pandemia. De norte a sul do país, cientistas uniram esforços para minimizar os prejuízos causados pela doença, reforçando também alianças com instituições do exterior. Alguns casos dessas parcerias agora podem ser encontradas na publicação “De Pelotas a Boa Vista: parcerias científicas para enfrentar a pandemia”, com lançamento na terça (23).

Fruto de parceria da World-Transforming Technologies (WTT) com a Agência Bori, a publicação traz cinco histórias de pesquisas feitas por cientistas brasileiros que se uniram para tentar resolver problemas relacionados à pandemia de Covid-19.

Os trabalhos são multidisciplinares e foram produzidos de forma colaborativa pelos pesquisadores transitando em temas como saúde pública, inteligência artificial, epidemiologia, modelagem matemática, entre outros. Eles trazem parcerias de universidades públicas e privadas, institutos públicos de pesquisa, empresas e hospitais de várias regiões do país com instituições do Reino Unido, Estados Unidos, França, Bélgica, Índia e Turquia. Os textos foram escritos por jornalistas especializados em ciência a partir dos artigos científicos originais, de pesquisas na imprensa e de uma série de entrevistas com diferentes participantes dos estudos do Brasil e do exterior.

Os cinco estudos foram selecionados a partir de uma extensa pesquisa por palavras-chave na base internacional de revistas científicas Web of Science (WoS). De janeiro a outubro de 2020, 796 artigos científicos sobre Covid-19 foram publicados por pesquisadores brasileiros na base da WoS – sendo que 583 foram deles feitos por colaboração entre instituições nacionais ou internacionais. Essa produção coloca o Brasil no 11º lugar mundial em quantidade de informações sobre o novo coronavírus publicada em periódicos acadêmicos em 2020, segundo dados da Agência USP.

Para a seleção dos casos apresentados na publicação, foram considerados critérios como a diversidade racial e de gênero dos pesquisadores envolvidos, a distribuição regional das instituições brasileiras, a multiplicidade de áreas do conhecimento, o tipo de colaboração feita entre os cientistas e o impacto dos trabalhos. As pesquisas narradas foram publicadas em periódicos internacionais como “Science”, “The Lancet”, “IEEES” e “PierrJ”.

A obra “De Pelotas a Boa Vista: parcerias científicas para enfrentar a pandemia” foi idealizada por Andre Wongtschowski e Gaston Santi Kremer, dupla à frente do Centro de Orquestração de Inovações (COI), uma iniciativa WTT que busca promover a colaboração científica a fim de criar soluções para os desafios do desenvolvimento inclusivo e sustentável do país. “A ideia desse trabalho foi reunir algumas das pesquisas feitas de maneira colaborativa entre os pesquisadores do nosso país para mostrar o potencial que elas têm. A ciência no Brasil é muito boa e preparada para trabalhar orientada por desafios e por missões, trazendo grandes resultados principalmente quando feita em colaboração”, comenta Wongtschowski.

 

 

Termos de uso

Todos os releases sobre as pesquisas nacionais já publicados na área aberta da Bori (e que, portanto, não estão sob embargo) podem ser reproduzidos na íntegra pela imprensa, desde que não sofram alterações de conteúdo e que a fonte Agência Bori seja mencionada.

Veja como citar a BORI quando for publicar este artigo:

Fonte: Agência Bori

Ao usar as informações da Bori você concorda com nossos termos de uso.

Publicado na Bori em 23/2/2021, 22:00