A pandemia de Covid-19 trouxe inúmeros desafios para o jornalismo no Brasil – dentre eles, a cobertura intensa de temas ligados a pesquisas científicas e à aprovação de vacinas no âmbito da Covid-19. Com a missão de apoiar a cobertura jornalística especificamente neste tema tão importante, a Bori se juntou ao Instituto Questão de Ciência (IQC) e, com apoio do Sabin Vaccine Institute, está lançando o primeiro curso NOTICIANDO SOBRE VACINAS para jornalistas.

Com a participação de diversos especialistas da área da saúde, as aulas acontecem nos dias 5 e 7 de novembro. Nesta primeira edição, foram selecionados 50 jornalistas de veículos de comunicação (prioritariamente sites, jornais e revistas) de todas as regiões do país.

Todos os participantes receberão por e-mail instruções sobre as aulas ao vivo e, também, material relacionado ao curso pelo correio. Neste site eles também podem acessar informações adicionais sobre o curso.

A gente espera que esse seja o primeiro curso da Bori e parceiros para jornalistas que cobrem os mais variados temas sob a perspectiva do conhecimento científico – e que tenhamos mais novidades em breve!

Para mais informações, fale com a gente: bori@abori.com.br

Programação

Dia 5/11


8h30 – Abertura do curso
Ana Paula Morales (Bori), Natalia Pasternak (IQC) e  Sabine Righetti (Bori)

9h – Aula 1 – O que são vacinas
Como funcionam as vacinas, como são feitas e como sabemos que funcionam.
Mauro Schechter, médico infectologista, professor UFRJ, Pitsburgh University, Johns Hopkins University

10h – Aula 2 – Introdução ao sistema imune
Sistema imune inato e adaptativo, principais tipos de resposta, linfócitos B, anticorpos, tipos de anticorpos, linfócitos T, tipos de linfócitos T, células de memória.
Gustavo Cabral, pesquisador ICB-USP, departamento de Imunologia

11h – Aula 3 – Tipos de vacinas
Vacinas de primeira, segunda e terceira gerações, vantagens e desvantagens de cada estratégia e tecnologias.
Natalia Pasternak, Lab de Desenvolvimento de Vacinas, ICB-USP, presidente IQC

12h – Aula 4 – Testes clínicos
Conceitos como randomização, placebo, duplo-cego, fases pré-clínicas e clínicas, eficácia, eficiência e segurança.
Denise Garrett, médica epidemiologista, vice-presidente Instituto Sabin (EUA)

 

Dia 7/11


8h30 – Abertura e orientações

8h40 – Aula 5 – Riscos e armadilhas da comunicação sobre vacinas
Percepção pública. História do movimento antivacinas. Acompanhamento do movimento nas redes sociais, hesitação vacinal em tempos de Covid-19.
João Henrique Rafael, analista de comunicação, diretor do projeto Uniao Pró Vacinas IEA-USP

9h50 – Aula 6 – Vacinando a população (exemplo Brasil)
Conhecendo o calendário de imunização, o PNI, noções de cobertura vacinal e imunidade de rebanho.
Isabella Ballalai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), membro do Grupo Consultivo da Vaccine Safety Net da Organização Mundial da Saúde (OMS)

11h – Aula 7 – [nova programação]
Revisão e tira-dúvidas livre sobre vacinas.
Natália Pasternak (aula 3), Denise Garrett (aula 4) e João Henrique Rafael (aula 5)

11h40 – Aula 8 – [nova programação] Depois dos testes clínicos: importação, produção e transporte
O longo caminho para disponibilizar uma vacina para a população e como isso é regulamentado.
Ricardo Palacios Gomez, Diretor Médico de Pesquisa Clínica do Instituto Butantan. 

12h40 – Conclusão
Ana Paula Morales (Bori), Denise Garrett (Sabin), Natalia Pasternak (IQC) e Sabine Righetti (Bori)


As mediações nos dois dias do curso são de Natália Flores (Bori)

Veículos com jornalistas no NOTICIANDO SOBRE VACINAS

Distribuição dos jornalistas

Palestrantes

Aula 1 – Mauro Schechter

Com PhD em Medicina Tropical Clínica pela Universidade de Londres, é professor de Doenças Infecciosas na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Também leciona Epidemiologia na Escola de Saúde Pública da Universidade de Pittsburgh e é associado ao Departamento de Saúde Internacional na Johns Hopkins University. Ele pesquisa prevenção e tratamento do HIV/AIDs em diferentes contextos e já participou de vários Comitês Consultivos sobre o tema, como o AIDS Clinical Trials Group (ACTG), a International AIDS Vaccine Initiative (IAVI) e os painéis de Terapia Anti-retroviral para Adultos e Adolescentes da OMS.

Aula 2 – Gustavo Cabral

Doutor em Imunologia, atualmente lidera pesquisas de desenvolvimento de vacinas para Covid-19, assim como vacinas para Chikungunya e Zika vírus, no Departamento de Imunologia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP. A estratégia de pesquisa para produção das vacinas é baseada no tema de seus pós-doutorados na Universidade de Oxford, na Inglaterra, e na Universidade de Berna, na Suíça.

Aula 3 – Natalia Pasternak

Natalia Pasternak é doutora em microbiologia pela USP, colunista do jornal O Globo, da revista Saúde, da revista The Skeptic do Reino Unido e autora do livro Ciência no Cotidiano. Foi diretora do festival internacional de divulgação científica Pint of Science no Brasil. Atua como pesquisadora visitante do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, no Laboratório de Desenvolvimento de Vacinas. É membro do Committee for Skeptical Inquiry (CSI) e presidente do Instituto Questão de Ciência, primeiro instituto brasileiro para promoção de pensamento crítico e racional e de políticas públicas baseadas em evidências científicas.

Aula 4 – Denise Garrett

Médica epidemiologista, é vice-presidente do Instituto Sabin de Vacina, em Washington, Estados Unidos. Ela dirige uma equipe focada na geração de evidências epidemiológicas para informar a tomada de decisão sobre a vacina, otimizar o uso da vacina e aumentar o impacto da imunização. Antes de ingressar no Sabin, Denise trabalhou nos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos por mais de 23 anos, onde se concentrou em pesquisa e saúde internacional, liderando vários estudos de pesquisa multicêntricos e participando de várias investigações de surtos e epidemias de âmbito global. Durante 2000-2007, Dra. Denise foi consultora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos para o Ministério da Saúde brasileiro, participando na implementação do Programa de Treinamento em Epidemiologia de Campo aplicado aos serviços do SUS – EPISUS. Ela tem mais de 100 publicações profissionais em várias revistas científicas de alto impacto e frequentemente apresenta e participa de painéis em reuniões e conferências internacionais.

Aula 5 – João Henrique Rafael

Formado em comunicação social com habilitação em Publicidade e Propaganda, MBA em Administração com ênfase em Marketing e MBA em Gestão de Projetos Inovadores. Possui experiência com análise, produção e distribuição de conteúdo em plataformas digitais e desenvolvimento de projetos na interface ciência e comunicação. É analista do Instituto de Estudos da USP de Ribeirão Preto e idealizador da iniciativa União Pró-Vacina.

Aula 6 – Isabella Ballalai

É vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), membro do Grupo Consultivo da Vaccine Safety Net da Organização Mundial da Saúde (OMS), presidente do Grupo de Trabalho Imunizações da Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro (SOPERJ) e membro do Comitê Técnico Assessor em Imunizações do Estado do Rio de Janeiro.

Aula 7 – Estêvão Gamba

Doutor em Ciências (Informática em Saúde) pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).  Atua desde 2011 no Ranking Universitário da Folha de São Paulo (RUF) na mensuração de indicadores científicos. Trabalhou como consultor e assessor técnico em diversas organizações como a Organização Pan-americana de Saúde (OPAS) e a United Nations Office on Drugs and Crime – UNODC. Possui conhecimento sobre diferentes bases de dados e estratégias de mineração de informações.

Organização

logo-iqc