Cientistas da comunidade do banco de fontes de sistemas alimentares, da Bori, de todas as regiões do Brasil participaram do treinamento

Com o desafio de trazer dicas práticas sobre a relação com jornalistas para a disseminação de pesquisas, a Bori realizou seu primeiro workshop para cientistas que trabalham com sistemas alimentares, nos dias 2, 3 e 4 de agosto de 2021. Elogiado pelos participantes por seu caráter intimista, o “Noticiando Alimentação” teve foco na comunicação para a imprensa de pesquisas científicas de agroecologia, economia, nutrição e saúde, áreas de pesquisa dos participantes, e é uma das iniciativas apoiadas pelo Instituto Ibirapitanga.

Participaram dessa primeira edição vinte pesquisadores de todas as regiões do Brasil, vinculados a instituições como Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (AM), universidades federais do Rio Grande do Norte (UFRN), de Santa Catarina (UFSC) e Instituto Aggeu Magalhães, na Fiocruz Pernambuco. As diversidades regional e de área de pesquisa da turma, escolhidas estrategicamente, propiciaram interações ricas, com troca de experiências e dinâmicas em grupo.

Nos encontros, os participantes puderam desenvolver uma noção mais apurada de como identificar estudos científicos que podem se transformar em pautas jornalísticas, além de treinar sua capacidade de síntese com a preparação de frases de efeito para entrevistas e para redes sociais. “Saber escolher as palavras que causam mais impacto na conversa com jornalistas é estratégico para que o pesquisador tenha mais controle da narrativa”, comenta Natália Flores, gerente de conteúdo da Bori, que conduziu a parte teórica do curso.

Planejado para acontecer em outubro ou novembro, a próxima edição do “Noticiando Alimentação” pretende investir, ainda mais, em dinâmicas e experiências práticas, com simulações de entrevistas com jornalistas. Para participar da seleção, cientistas que trabalham com sistemas alimentares podem se cadastrar no banco de fontes da Bori.

 

A opinião dos participantes

 

“Foi um espaço de trocas muito importante e rico, com muitos ensinamentos, que foram fundamentais para compreender as complexidades da divulgação científica em meios jornalísticos.”

Isabel Cristina Lourenço da Silva (Associação Brasileira de Agroecologia)

 

“Achei o conteúdo interessante, exposto de uma maneira bem agradável. O media training vai nos ajudar a comunicar melhor o que produzimos no meio acadêmico para a sociedade.” 

Alessandro Alves Pereira (Unicamp)

 

“Gostei muito da objetividade do curso e a extrema possibilidade de ser aplicado na prática”.

Jucelio Kulmann de Medeiros (IFSC)

 

“Muito interessante e de grande importância para pesquisadores. Recomendo que sejam feitas novas ofertas para outros participantes.” 

Paula Horta (UFMG)