Publicado na Bori em 27/6/2022, 16:12 – Atualizado em 5/7/2022, 12:21

A Agência Bori lança, nesta semana, o InfoVacina Trainee, segunda edição de programa de mentoria jornalística em vacinas com apoio do Sabin Vaccine Institute e Instituto Serrapilheira. Nesta temporada, que vai de agosto a dezembro de 2022, quinze estudantes brasileiros do último ano de jornalismo e repórteres com até 3 anos de experiência terão a oportunidade de receber a mentoria de jornalistas especializados na cobertura de saúde e ciência da rede InfoVacina da Folha de S. Paulo, Jornal USP, site Vocativo, Marco Zero Conteúdo e Aos Fatos.

O InfoVacina Trainee foi formatado a partir da observação da necessidade de dar apoio a jornalistas em processo de formação ou nos primeiros anos no mercado de trabalho interessados ​​em especializar-se em saúde e ciência. Criado em 2021, por conta da demanda de cobertura qualificada na pandemia, o InfoVacina formou no primeiro ano uma comunidade de 26 jornalistas de todo o Brasil, focados em reportar a Covid-19 e vacinas.

Desta vez, quinze jovens jornalistas terão a oportunidade de serem orientados na produção de reportagens sobre vacinação e vacinas por jornalistas experientes da rede InfoVacina, além de participarem de sessões científicas quinzenais on-line com especialistas em vacinas e aulas sobre jornalismo científico com o facilitador do programa, Moura Leite Netto, também especializado na cobertura de saúde. “O objetivo é ensinar o básico da ciência e do jornalismo científico para esse grupo, preenchendo uma lacuna de disciplinas que não são profundamente ensinadas nos currículos de Jornalismo das universidades brasileiras”, explica Natália Flores, gerente de conteúdo da Agência Bori e gerente do projeto InfoVacina Trainee. Ao final do estágio, as reportagens produzidas pelos participantes concorrerão ao Prêmio InfoVacina 2022, de até U$300.

As sessões de ciência com especialistas, explica Natália Flores, podem funcionar como uma entrevista, para que os jovens jornalistas possam treinar como perguntar e conversar com cientistas. “Também esperamos que essas sessões virtuais ajudem os jornalistas a entender melhor os conceitos e a metodologia da ciência. A proximidade com os jornalistas experientes pode dar-lhes segurança e confiança para começar a reportar sobre jornalismo científico”, vislumbra.

As inscrições para o InfoVacina Trainee vão até 17 de julho e a seleção levará em consideração a equidade de distribuição por gênero, raça, universidade e região brasileira. O programa é inteiramente on-line, possibilitando a participação de jornalistas alocados em qualquer região do Brasil.

 

Sobre o InfoVacina

 

Em 2021, a primeira edição do programa InfoVacina treinou 26 jornalistas de todo o Brasil de veículos como Estadão, Folha de S. Paulo, Aos Fatos, Veja Saúde, GZH e outros para reportar sobre vacinas de Covid-19 e outras doenças. Ao final do programa, jornalistas da AFP, Estadão, Folha, Zero Hora e Vocativo participantes do programa receberam quatro prêmios e duas menções honrosas por reportagens publicadas recentemente sobre vacinas em cerimônia do Prêmio InfoVacina de Jornalismo. Em março de 2022, o InfoVacina foi reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como iniciativa inovadora em comunicação sobre a pandemia de Covid-19, ao lado de outras iniciativas globais, com publicação de relato de caso da Bori no site da OMS. A rede InfoVacina segue ativa na cobertura de saúde e vacinação.