11 de fevereiro de 2020 Salvar link Foto: ValeriaLu / Pixabay
Alimentos
Semente de chia em hambúrguer de frango reduz gordura do produto

Highlights

  • Uso das sementes em hambúrgueres de frango potencializa quantidade de fibras
  • Com isso, produtos poderiam ser oferecidos como light nas gôndolas de supermercado
  • A nova composição agradou o paladar dos consumidores

Adicionar sementes de chia na composição de hambúrgueres de frango pode reduzir seu percentual de gordura em 29%, de acordo com estudo feito por brasileiros e moçambicanos publicado na revista “Ciência Rural” em 2019. Com o uso das sementes, o produto passa a ter uma maior quantidade de fibras, reduz a gordura em relação a hambúrgueres tradicionais e pode até ser rotulado como “light” ou “gordura reduzida” nas gôndolas dos supermercados.

O trabalho de investigação foi feito pela Universidade Federal de Lavras (UFLA) em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG) e a Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique). A equipe verificou que a introdução de fibras nos hambúrgueres alterou suas características físico-químicas (o que reduziu sua maciez), mas a nova composição agradou o paladar dos consumidores, que deram notas sete e oito com comentários como “eu gostei um pouco” e “eu gostei muito”.

Os hambúrgueres do estudo foram feitos com ingredientes comprados em mercados locais e passaram por experimentos nos laboratórios do Departamento de Ciência e Tecnologia Alimentar do IF Sudeste MG, cuja análise comprovou que estavam de acordo com a legislação brasileira, que determina máximo de 23% de gordura e mínimo de 15% de proteína.

Desafio de comer de forma saudável

Os resultados da pesquisa, financiada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), indicam que melhores resultados foram obtidos em hambúrgueres contendo 8% de sementes de chia na composição, confirmando seu potencial como alternativa tecnológica viável para elaboração de alimentos com melhores valores nutricionais.

Para a indústria alimentícia moderna, a redução de gordura no processamento de hambúrgueres representa um desafio, já que o produto precisa ser bem aceito no mercado para competir com os hambúrgueres tradicionais. Fibras são um dos ingredientes mais comuns em comidas funcionais em substituição à gordura, e as sementes de chia têm sido empregadas com essa finalidade.

No Brasil, a produção da chia se concentra em estados com clima mais frio, como Rio Grande do Sul, mas ainda em escala reduzida.

Termos de uso

Todos os releases sobre as pesquisas nacionais já publicados na área aberta da Bori (e que, portanto, não estão sob embargo) podem ser reproduzidos na íntegra pela imprensa, desde que não sofram alterações de conteúdo e que a fonte Agência Bori seja mencionada.

Veja como citar a BORI quando for publicar este artigo:

Fonte: Agência Bori

Ao usar as informações da Bori você concorda com nossos termos de uso.

Publicado na Bori em 11/2/2020, 8:30 – Atualizado em 21/2/2021, 13:42